Vereadores denunciam prefeitura de Poção ao MPPE, por queimar a céu aberto lixo hospitalar

IMG-20171025-WA0123

postado por Jânio Araújo sexta-feira, outubro 27, 2017

O Parque de Vaquejadas Laurentino Cordeiro Aguiar, em Poção, que deveria servir para a realização de eventos festivos que movimentariam a economia do município, virou palco de mais um crime contra a saúde pública. O local está servindo de espaço para a queima de lixo hospitalar por parte da prefeitura, segundo denúncia dos vereadores da oposição.

De acordo com os parlamentares Júnior de Batalha (PSB), Jaciene Freitas (PSB) e Ruth Enfermeira (PROS), o parque de vaquejada está sendo usado pela prefeitura de Poção para realizar o descarte do material hospitalar coletado na cidade de forma totalmente irregular e em local totalmente inadequado.

Vidros de medicamentos, seringas e outros materiais podem ser vistos nas fotos da denúncia que os vereadores fizeram ao Ministério Público de Pernambuco. Eles protocolaram a denúncia nesta quarta-feira (25).

“É lamentável que um prefeito que se diz que vinha para revolucionar o governo, moralizar, permita que o lixo hospitalar seja descartado contrariando todas as leis ambientais e colocando em risco a saúde da população”, disse Jaciene Freitas. O mesmo sentimento é compartilhado pela vereadora Ruth Enfermeira, para quem o prefeito “vem demonstrando todo o descaso para com a saúde pública e o povo de Poção”.

Para o vereador Júnior de Batalha, a cidade de Poção, além desse crime ambiental e de saúde pública praticado pela prefeitura, tem que conviver com o abandono do parque de vaquejada e com lixo acumulado por toda parte. “Se antes diziam que o lizo ia assumir Poção, quem está assumindo a cidade na realidade não é o lizo, mas sim o lixo”, ressaltou o parlamentar.

Com a denúncia formulado ao Ministério Público de Pernambuco, o órgão irá notificar o prefeito Emerson Vasconcelos (PMDB), popularmente conhecido como Merson, para que dê suas explicações e cumpra a lei que trata da destinação adequada do lixo hospitalar.

Folha das Cidades

IMG-20171025-WA0121

SEM COMENTÁRIO